O Rio Jordão

“Tenho sede de Deus, do Deus vivo; quando poderei estar na presença dele? Dia e noite, as lágrimas têm sido meu alimento, enquanto zombam de mim o tempo todo, dizendo: “Onde está o seu Deus?”. Meu coração se enche de tristeza, pois me lembro de como eu andava com a multidão de adoradores, à frente do cortejo que subia até a casa de Deus, cantando de alegria e dando graças, em meio aos sons de uma grande festa. Por que você está tão abatida, ó minha alma? Por que está tão triste? Espere em Deus! Ainda voltarei a louvá-lo, meu Salvador e meu Deus! Agora estou profundamente abatido, mas me lembro de ti, desde o distante monte Hermom, onde nasce o Jordão, desde a terra do monte Mizar. Ouço o tumulto do mar revolto, enquanto suas ondas e correntezas passam sobre mim. Durante o dia, porém, o Senhor me derrama seu amor, e à noite entoo seus cânticos e faço orações ao Deus que me dá vida. Clamo: “Ó Deus, minha rocha, por que te esqueceste de mim? Por que tenho de andar entristecido, oprimido por meus inimigos?”. Os insultos deles me quebram os ossos; zombam de mim o tempo todo, dizendo: “Onde está o seu Deus?”. Por que você está tão abatida, ó minha alma? Por que está tão triste? Espere em Deus! Ainda voltarei a louvá-lo, meu Salvador e meu Deus!”

‭‭Salmos‬ ‭42:2-11‬ ‭NVT‬‬

Com muita frequência, como no Salmo 42, o Jordão é citado nas Escrituras.

O rio Jordão é um curso de água de grande importância religiosa que se situa em Israel, formando o talvegue do Vale do Jordão, a fronteira natural entre Israel e a Jordânia. Jordão significa aquele que desce ou também lugar onde se desce. O rio desagua no mar Morto.

Rogério Enachev conta, em vídeo, sobre o local hoje em dia:

https://youtu.be/yOK8SRK1qMk

Um rio que para nós, que temos o Amazonas, o Paraná, o Tocantins e tantos outros, parece inexpressivo. Mas tem significado para a história cristã pois foi nele que João Batista batizou nosso Senhor.

Num vídeo do canal Orvalho, o pastor Luciano Subirá conta outra história famosa desse rio, do capítulo 5 do 2º livro de Reis:

O profeta de Deus Eliseu, ordenou que Naamã, capitão do exército do Rei da Síria, mergulhasse sete vezes no Rio Jordão para ficar curado da lepra.

A passagem Bíblica sobre a cura da lepra de Naamã, nos fala da cegueira produzida pelo orgulho e a ação maravilhosa do agir de Deus através de coisas simples e quotidianas.

https://youtu.be/UNdZy5Cb6iU

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s