Sendo cristãos, devemos comemorar o Natal?

John Piper responde:

Eu compreendo aqueles que querem ser rigorosamente e distintamente Cristãos. Que querem ser libertos do mundo e qualquer raiz pagã que possa repousar sob nossa celebração do Natal, mas não me posiciono da mesma maneira nesta questão porque penso que chega um ponto onde as raízes já estão distantes de tal forma que o significado presente não carrega mais nenhuma conotação pagã. Fico mais preocupado com um novo paganismo que se sobreponha a feriados cristãos.

Eis um exemplo que eu uso: Todo idioma tem raízes em algum lugar. A maioria dos nossos dias da semana [em inglês] —se não todos— saíram de nomes pagãos também. Então deveríamos parar de usar a palavra “Sunday” (domingo) porque ela pode ter estado relacionada à adoração ao sol em um tempo distante? No inglês moderno, “Sunday” (domingo) não carrega aquela conotação, e é a própria natureza do idioma. De certa forma, os feriados são como a linguagem cronológica.

O Natal agora significa que marcamos, no meio cristão, o nascimento de Jesus Cristo. Nós achamos que o nascimento, a morte e a ressurreição de Cristo são os eventos mais importantes na história humana. Não marcá-los de alguma forma, através de uma celebração especial, me parece que seria insensatez.

Eu lembro de ter sido vizinho de um casal nos tempos de seminário que não celebrava os aniversários de seu filho. A ideia era, em parte, que todos os dias eram especiais para o menino. Mas se todos os dias são especiais, então provavelmente significa que não há dias especiais. Contudo, algumas coisas são tão boas e preciosas — como aniversários e até mesmo mortes — que são dignas de serem marcadas. Quão mais o nascimento e a morte de Jesus Cristo!

Realmente vale o risco, mesmo que a data de 25 de Dezembro tenha sido escolhida por causa de sua proximidade com algum tipo de festival pagão. Vamos apenas tomá-la, santificá-la e fazer o melhor com ela, porque Cristo é digno de ser celebrado em seu nascimento.

Ainda se pergunta se…

Sendo cristãos, devemos comemorar o Natal?

Os pastores Luciano Subirá e Lamartine Posella explicam porque SIM devemos celebrar nosso Salvador não importa se a data está certa!

Na verdade, o nosso Natal é comemorado de forma diferente, pois apesar de estarmos no mundo, não somos deste mundo, e mesmo que saibamos que o Natal é época de presentes, festa e comemoração, para nós o Natal é muito mais do que isso.

É tempo de comemorarmos o nascimento de Jesus, pois esta é a mensagem do Evangelho: “ E o verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade…” (Jo 1:14). Entendemos que a vinda de Jesus ao mundo é a prova do grandioso amor de Deus por nós. Portanto, comemorar  o Natal é um privilégio quando lembramos que:

“Deus amou ( a nós) de tal maneira que deu o seu filho unigênito (Jesus), para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3:16).

O Verdadeiro sentido do Natal é dar ao nosso próximo o que Deus já deu em nosso favor, o Seu filho Jesus Cristo para morrer na cruz em nosso lugar, o que legitima a profecia messiânica de Isaias, que profetizou o nascimento de Jesus o salvador. Portanto, devemos sempre rememorar o nascimento de Jesus, como a marca principal do natal cristão: 

“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” (Isaías 9:6).

De acordo com o pastor e professor Hernandes Dias Lopes: “No Natal que se aproxima, precisamos pensar menos na festa e mais na Pessoa de Jesus. Precisamos devolver a Jesus o sentido do Natal. As luzes, os cânticos, as iguarias, os presentes e toda a nossa agitação são vazios de significado se Jesus não for o centro da nossa vida.”

Natal é alegria e comunhão (AT 2:42), é esperança é ter Jesus em nosso coração (RM 5:5). Mais do que iguarias, festas em família e presentes, este dia só tem sentido quando o celebramos tendo JESUS CRISTO como o nosso Senhor e Salvador. Por fim, que possamos sempre lembrar da mensagem de fé e esperança que os anjos deram no primeiro natal:

“Novas de grande alegria para todos”, continua muito atual, pois JESUS CRISTO é o verdadeiro sentido do NATAL!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s