Sensualidade na igreja

“Quero também que as mulheres sejam sensatas e usem roupas decentes e simples. Que elas se enfeitem, mas não com penteados complicados, nem com joias de ouro ou de pérolas, nem com roupas caras! Que se enfeitem com boas ações, como devem fazer as mulheres que dizem que são dedicadas a Deus!”

‭‭1Timóteo‬ ‭2:9-10‬ ‭NTLH‬‬

O reverendo presbiteriano Augustus Nicodemus, ainda na época em que estava em Goiânia, tratava da sensualidade no lugar errado:

“Não procure ficar bonita usando enfeites, penteados exagerados, joias ou vestidos caros. Pelo contrário, a beleza de você deve estar no coração, pois ela não se perde; ela é a beleza de um espírito calmo e delicado, que tem muito valor para Deus. Porque era assim que costumavam se enfeitar as mulheres do passado, as mulheres que eram dedicadas a Deus e que punham a sua esperança nele. Elas eram obedientes ao seu marido. Sara foi assim; ela obedecia a Abraão e o chamava de “meu senhor”. Você será agora sua filha se praticar o bem e não tiver medo de nada.”

‭‭1Pedro‬ ‭3:3-6‬ ‭NTLH‬‬

Esse tema também foi alerta do grande evangelista Billy Graham:

Paul Washer, pastor batista, missionário, escritor, advogado, fundador, diretor e coordenador de Missões da “Sociedade Missionaria HeartCry”, que apoia o trabalho missionário em mais de 30 países, também é pregador itinerante pela Convenção Batista do Sul, igualmente tratou do tema:

Arival Dias Casemiro remonta ao Antigo Testamento:

“— As mulheres não podem usar roupa de homem, nem os homens usar roupa de mulher; o Senhor, nosso Deus, detesta as pessoas que fazem isso.”

‭‭Deuteronômio‬ ‭22:5‬ ‭NTLH‬‬

Quer dizer que mulheres não deve usar calças? Claro que não, entenda ⬇️

E hoje vi um #tbt do pastor “sustança” da Oitava Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte:

As propagandas de perfume, pasta de dentes, sabonete, sapatos, jeans, roupas de casamento, carro, pneus e cerveja (principalmente) declaradamente apelam para a sensualidade. Isso é intencional para criar uma mentalidade a favor de se vestir e viver de modo sensual. Acrescente à lista os filmes, séries, novelas etc.

Diz o ditado popular:

“Mostre-me como vestes e eu direi quem tu és”.

Falso ou verdadeiro? Bem, é claro que o modo de vestir diz muito sobre uma pessoa, mas não diz tudo, seja para o bem ou para o mal. Porém, é fato que mostramos muuuuuito do que somos pelas vestes, posturas, falas e muitos outros modos.

“Eu tô nem aí com o que tão pensando de mim, sabia?”.

Por um lado, isso é correto até certo ponto. É só o Senhor mesmo quem conhece o nosso coração. Esse é um lado. O outro lado é: fomos chamados para realizar as boas obras que Ele preparou para que andássemos nelas. Isso, sem dúvida, inclui as vestimentas.

Deveriam os diáconos, diaconisas e recepcionistas da igreja terem uma fita métrica, ou um pano para emprestar ou falarem com as pessoas que adentram aos cultos: “você não deveria entrar com esta roupa!” ou “quem se veste assim vai perturbar seu irmão que está ao seu lado!”? Deveriam as igrejas definirem uma etiqueta para quem frequenta o culto???

Mulheres que temem ao Senhor deveriam fazer a si mesmas, pelo menos, esta pergunta: Qual o propósito de usar short ou shortinho minúsculo, apertadinho, roupas curtas, roupas justíssimas, decotes instigadores, fendas e transparências para ir aos cultos ou no seu dia a dia? Homens tementes a Cristo deveriam refletir consigo mesmos: que mensagem estou enviando ao exibir fotos sem camisa, ou só de sunga, ao usar calças apertadas e as famosas camisetas “você-já-me-olhou?”?

Todos nós devemos nos perguntar continuamente: será que meu modo de vestir (falar, agir, pensar) honra a Cristo e melhora meu impacto e testemunho como cristão? Pais ou maridos devem ter zelo, cuidado e orientar filhas, filhos e/ou esposas. É o que a Bíblia ensina. Mulheres bondosas, piedosas e sábias devem aconselhar as mais novas também nesse particular, como diz a Bíblia. O ensino bíblico deve ser sempre ministrado de diversas maneiras no ambiente da igreja e em suas diferentes reuniões. A Bíblia ensina que especialmente as mulheres devem se vestir com modéstia e bom senso, para não criar um clima sensual no culto. (I Timóteo 2.9-11).

O assunto é tenso, mas é tratado na Palavra de Deus. Por isso, cada um deve examinar sua Bíblia e fazê-lo com oração, submissão, bom senso e quebrantamento. Decida diante do Senhor se seu guarda-roupas e condutas precisam de uma mudança já!

Aqui não cabe a pose de santarrão ou santarrona fofoqueiro, fofoqueira e murmuradores que, ao verem uma pessoa não tão bem vestida no culto ou na rua, comentam com outros, mas nada dizem à pessoa diretamente, seja para protegê-la e manifestar cuidado amoroso. Disse uma vez nosso falecido pastor Wilson: Todo santarrão e santarrona legalista fedem em algum lugar.

Todos! Sim todos nós! Somos pecadores. E gostamos da sensualidade. Ainda não fomos para o céu. Lutamos contra a carne, o mundo e os desejos de aparecer e ouvir certos comentariozinhos que inflam nossa soberba. Mas recebemos o Espírito Santo. Ele nos guia em como agradar a Cristo. Ele nos orienta no caminho da santidade e do bom testemunho cristão. Confessemos pecados, vaidades e a falta de santidade ao Senhor, e tomemos bons e novos caminhos. Vistamo-nos com modéstia, bom senso e um olhar de santidade para o nosso corpo e também para os irmãos e irmãs. E não nos tornemos tropeço para os que querem vir a Cristo.

Não deixe que o calor diminua o seu pudor.

Pastor Jeremias Pereira | prjeremias@oitavaigreja.org.br

Assista o vídeo aqui:

https://fbwat.ch/115ZZdEsynmXBN21

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s