Deus Tem Eternidade Para Nós

Há um antigo dito atribuído a Benjamin Franklin que afirma que somente existem duas certezas na vida – morte e impostos. De todas as pessoas que já viveram, ou ainda viverão nesta terra, 100% delas morrerão. Caso a matemática não seja seu forte, isto significa todos nós. 

Todas as pessoas passarão sua eternidade em algum lugar. Mas muitos realmente não levam em consideração esta verdade enquanto vivem na terra. Há aqueles que pensam que a vida no aqui e agora é o motivo de estarmos aqui. Eles pensam que aqui é seu lar. Mas como seguidores de Jesus, nós sabemos que aqui não é a nossa casa. O Apóstolo Paulo nos diz que “nós somos cidadãos do céu” (Filipenses 3:20). Não fomos criados para a terra, mas para habitar temporariamente na terra para a glória de Deus. 

Parece estranho dizer que a vida de uma pessoa é um período temporário, não é? Certamente, alguém que vive 80 ou 90 anos nesta terra vive uma boa, uma longa vida. Bem, quando você mede isto em comparação à eternidade, não é um tempo muito longo afinal. Então, quão longa é a eternidade? Muito longa. É realmente algo muito além do que nossa mente compreende. É como números infinitos, que continuam indo e nunca param. Isto é eternidade. 

Para a pessoa que aceita a Jesus como Salvador e fez dele Senhor de sua vida, a eternidade no céu com Deus é uma realidade inspiradora e cheia de esperança. No entanto, mesmo com a alegria da eternidade em nosso futuro, o stress e preocupações neste mundo frequentemente podem nos desviar e manter os nossos olhos no que está acontecendo no aqui e agora. Por causa disso, Paulo nos disse em 2 Coríntios 4:17 que “nossos sofrimentos leves e momentâneos”, não vão durar muito. E no verso posterior ele diz que nós devemos fixar “os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê” que é o nosso futuro no céu, porque “o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno.” Que esperança isso deve nos trazer! 

Um dos hinos cristãos mais populares é Maravilhosa Graça. O verso final desta canção diz:

Quando estivermos lá por dez mil anos, brilhando como o sol
Não teremos menos dias para cantar louvores a Deus, do que quando começamos.

Imagine isto! Após 10.000 anos em nossa eternidade, não teremos ao menos arranhado a superfície do que está à nossa frente. Isto é absolutamente incompreensível! O que está acontecendo no aqui e agora é mesmo uma pequena porção de nossas vidas, e isto sequer será perceptível quando já estivermos 10.000 anos em nossa eternidade. 

Ajustemos a nossa visão das lutas da terra para a esperança do céu, pois quando o fizermos, tudo ficará pálido em comparação com o que Deus tem reservado para nós, os que temos chamado a Ele como nosso Senhor.

Leitura do dia

(Boas Novas: Encorajamento Para um Mundo em Crise)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s